ALMOÇO / CONVÍVIO

ALMOÇO / CONVÍVIO

Os futuros almoços/encontros realizar-se-ão no primeiro Sábado do mês de Outubro . Esta decisão permitirá a todos conhecerem a data com o máximo de antecedência . .
.
.

AS ROCHAS (Foz do Arelho)
















































.
.
Aproveitando a maré vazia ser ao meio-dia, fui hoje até à Foz do Arelho tentar ver as Rochas.
.
Apesar de a altura do mar não ser tão baixa como eu esperava, foi possível passar para as primeiras praias e tirar algumas fotografias para partilhar com aqueles que, como eu, viveram ali dias felizes e despreocupados...
.
Levei comigo uma pequena máquina portátil (o risco de lhe acontecer alguma coisa impediu-me de usar outra melhor) e o dia estava um pouco enevoado, pelo que as imagens não têm a qualidade que o local certamente merece. Mas são as possíveis, até outra oportunidade .
.
Espero que gostem.
.
Abraço.
.
JJ


comentários:


Gostei, estão muito bonitas as fotos,há umas verdes, lindas... continuas um artista...
Bjns
Melita

Ana Paula Carvalho disse:
Eu adorei ver as fotos obrigada JJ. Beijinhos


Obrigada João, são lindíssimas! Ai que nostalgia…
Beijos
Conceição Moreira

Olá João
Fiquei entusiasmadíssima a ver e a reconhecer os sítios onde hoje, entre as 12,30 e as 13, 30 andei a passear e a tomar banho.
Um beijo e OBRIGADA
Ana


Luíza Gama Santos
Que belas fotos!!! Só lhes achei dois defeitos: são secas e falta-lhes o perfume do mar.
Beijos agradecidos.
Luiza VP

Fernando Santos disse...

Obrigado J.J. por me fazer recordar os meus tempos de jovem. Tal como agora vejo nas fotos (creio), só podíamos passar para esse lado com a maré baixa. Lembro-me de algumas vezes com o encher da maré voltar com as ondas a rebentar em cima das rochas. Agora não sei como é.
Abraço. Fernando Santos. 

vasco disse...
maré de 0.71 se queres mais baixa aguardas pelo fim do ano aí tens marés de 0.31. As fotos possíveis são excelentes, parabéns o motivo é desde sempre inesgotável, diferente cada dia de maré para maré....... 

Antonio Jose Neto disse...
Captaste aquela beleza natural que os Japoneses procuram e cultivam com os seus jardins de rochas, musgo e gravilha. Yin e Yang estão presentes aí, da água salgada e fresca à rocha irregular. É também um convite a descobrir o que está à volta do nosso quotidiano atarefado, numa experiência de tranquilidade absoluta.
António José Neto 

Guida disse...
Que maravilha! As rochas são sempre lindas. Há sempre uma magia no ar. Já lá não vou há dois anos mas, ao ver as fotografias, fiquei com vontade de lá voltar.
Guida 

LMF disse...
C’est en Septembre …
 

5 comentários:

Fernando Santos disse...

O brigado J.J. por me fazer recordar os meus tempos de jovem. Tal como agora vejo nas fotos (creio), só podíamos passar para esse lado com a maré baixa. Lembro-me de algumas vezes com o encher da maré voltar com as ondas a rebentar em cima das rochas. Agora não sei como é.
Abraço. Fernando Santos.

vasco disse...

maré de 0.71 se queres mais baixa aguardas pelo fim do ano aí tens marés de 0.31. As fotos possíveis são excelentes, parabéns o motivo é desde sempre inesgotável, diferente cada dia de maré para maré.......

Antonio Jose Neto disse...

Captaste aquela beleza natural que os Japoneses procuram e cultivam com os seus jardins de rochas, musgo e gravilha. Yin e Yang estão presentes aí, da água salgada e fresca à rocha irregular. É também um convite a descobrir o que está à volta do nosso quotidiano atarefado, numa experiência de tranquilidade absoluta.
António José Neto

Guida disse...

Que maravilha! As rochas são sempre lindas. Há sempre uma magia no ar. Já lá não vou há dois anos mas, ao ver as fotografias, fiquei com vontade de lá voltar.
Guida

LMF disse...

C’est en Septembre …