ALMOÇO / CONVÍVIO

ALMOÇO / CONVÍVIO

Os futuros almoços/encontros realizar-se-ão no primeiro Sábado do mês de Outubro . Esta decisão permitirá a todos conhecerem a data com o máximo de antecedência . .
.
.

GATOS À JANELA (Guidó)

. .
.
.

Gatos à janela é coisa comum, mas nas Caldas para além dos verdadeiros de carne, de osso e pêlo ainda existem os de cerâmica.
.
Num dos Museus, ou em casas particulares, ainda nalgumas lojas, encontramo-los contemplativos, descansados e às vezes até assanhados.
.
À janela os felinos aquecem-se ao sol. Outros, já quentes do forno, de barro cozido, ficam imóveis, fitando o tempo que passa, eles próprios parados no tempo.

.
Gata "Pili"
finais do séc. XIX,
Rafael Bordalo Pinheiro
ass. com o monograma do autor: RBP
Fábrica de Faianças das Caldas da Rainha
colecção particular
Gato
séc. XX
José Belo
Caldas da Rainha
colecção particular

.
POST E FOTOGRAFIAS DE MARGARIDA ARAÚJO, PUBLICADO
EM SIMULTÂNEO COM O BLOGUE DA AUTORA : 100SentidosComSentidos


.

C O M E N T Á R I O S
.
Ana Braga disse:
Que belas imagens de gatos!
Seres altivos, enigmáticos, dominando a paisagem urbana, vigiando de longe o seu mundo de telhados e recantos que só eles conhecem, inacessíveis aos homens.
Os gatos: seres de múltiplas facetas, ora roçando, submissos, pelas pernas dos donos, repousando na mansidão da sesta a aquecer o colo de uma velhinha, ora envolvendo-se em aventuras nocturnas inconfessáveis, arrastados pelo cio ou atraídos pelo desafio de uma caçada impiedosa.
Os gatos da imagem perpetuam a calma inspiradora daqueles momentos, em que os gatos de carne e osso retemperam forças e, de tão imóveis, parecem irreais, feitos de loiça.
A.B.
.
Joaquim disse...
Foi a partir da "janela da minha infância" que varias janelas se abriram, umas pequenas, outras maiores e até uma a cumprimentar a Lua em forma de "sky light", todas bonitas e que nos levaram a pensamentos escondidos na memória...foi bom.
Achei muita graça às janelas com os gatos, pois eu tinha uns vizinhos que tinham um rapazito pequeno, um gato que parecia maior que ele e um pequeno cão, que passavam grande parte do dia à janela. Como o meu passatempo é fazer quase nada, fui até à beira do lago apanhar umas pedras que existem em ambulância nesse lago "Lake Ontário", fiz algo parecido com uma janela e nela tentei pôr os três personagens que viviam na minha frente. Quando for às Caldas em Julho irei dar os meus cumprimentos ao J. Jales e dar-lhe os parabéns pelo seu "blog" (apenas uma pequena ideia, alguém que escreva algo sobre as "portas") pois elas abrem-se e fecham-se para tantos... e são de lá que se parte para o mundo...
Joaquim
.
Guida disse...
ADORO GATOS. TENHO TRÊS. DOIS DELES ADORAM ESTAR À JANELA. O OUTRO GOSTA MAIS DE ANDAR PELOS TELHADOS E QUINTAIS DOS VIZINHOS.
Guida Santos
.
Luisa disse...
Que belos gatos,que belo post fotográfico,gostei muito de partilhar a janela da Guidó.
Bej. Luisa
.
SucoDaBarbatana disse...
Magníficas fotografias,como já está habituado quem conhece a Margarida Araújo.Gostei muito destes GATOS,que ficaram muito bem nesta JANELA.
.
J J disse...
Este post é mais uma colaboração entre os nossos blogs. Colaboração que, felizmente, tem sido apenas no bom sentido, isto é as fotografias da Guidó no nosso Blog e não ao contrário...
Falando a sério, a Guidó faz parte das pessoas que têm tornado possível que o Blog do ERO continue a existir, participando em diversas ocasiões e das mais variadas formas na sua publicação.
O post de hoje tem duas expressivas e originais fotografias e uma reflexão felina.
Obrigado.
JJ
.
Sergio Lopes no Facebook :
Estas fotos de facto enchem o olho.
.
Isabel X disse...
A Guidó que me perdoe, até porque a considero uma fotógrafa admirável e os "Gatos à Janela" uma ideia muito criativa, como lhe é peculiar. Mas não posso deixar de referir que, ao vê-los, me lembrei daquela canção do Rouxinol Faduncho, "Cães de louça", que acho bem gira.
Neste caso seria mais "gatos de louça", mas lá que se devia fazer uma canção que lhes fosse dedicada, disso não haja dúvidas!
Beijinhos,
- Isabel Xavier -
.

6 comentários:

Anónimo disse...

ADORO GATOS. TENHO TRÊS. DOIS DELES ADORAM ESTAR À JANELA.
O OUTRO GOSTA MAIS DE ANDAR PELOS TELHADOS E QUINTAIS DOS VIZINHOS.
Guida Santos

Anónimo disse...

Que belos gatos,que belo post fotográfico,gostei muito de partilhar a janela da Guidó.Bej . Luisa

SucoDaBarbatana disse...

Magníficas fotografias,como já está habituado quem conhece a Margarida Araújo.
Gostei muito destes GATOS,que ficaram muito bem nesta JANELA.

Anónimo disse...

Sergio Lopes no Facebook :
Estas fotos de facto enchem o olho.

Joaquim disse...

Foi a partir da "janela da minha infância" que varias janelas se abriram, umas pequenas, outras maiores e até uma a cumprimentar a Lua em forma de "sky light", todas bonitas e que nos levaram a pensamentos escondidos na memória...foi bom.
Achei muita graça às janelas com os gatos, pois eu tinha uns vizinhos que tinham um rapazito pequeno, um gato que parecia maior que ele e um pequeno cão, que passavam grande parte do dia à janela. Como o meu passatempo é fazer quase nada, fui até à beira do lago apanhar umas pedras que existem em ambulância nesse lago "Lake Ontário", fiz algo parecido com uma janela e nela tentei pôr os três personagens que viviam na minha frente. Quando for às Caldas em Julho irei dar os meus cumprimentos ao J. Jales e dar-lhe os parabéns pelo seu "blog" (apenas uma pequena ideia, alguém que escreva algo sobre as "portas") pois elas abrem-se e fecham-se para tantos... e são de lá que se parte para o mundo...Joaquim

http://img62.imageshack.us/img62/8673/screenshot20091225at132.png

Isabel X disse...

A Guidó que me perdoe, até porque a considero uma fotógrafa admirável e os "Gatos à Janela" uma ideia muito criativa, como lhe é peculiar. Mas não posso deixar de referir que, ao vê-los, me lembrei daquela canção do Rouxinol Faduncho, "Cães de louça", que acho bem gira.
Neste caso seria mais "gatos de louça", mas lá que se devia fazer uma canção que lhes fosse dedicada, disso não haja dúvidas!
Beijinhos,
- Isabel Xavier -