ALMOÇO / CONVÍVIO

ALMOÇO / CONVÍVIO

Os futuros almoços/encontros realizar-se-ão no primeiro Sábado do mês de Outubro . Esta decisão permitirá a todos conhecerem a data com o máximo de antecedência . .
.
.

Os Locais da Cristina Rolim

Cristina Rolim



Tenho lido quase diariamente o blog. As recordações sucedem-se e muitas vezes atropelam-se. Não vale a pena alongar-me nos locais já descritos. Nem todos frequentei tão assiduamente como alguns de vocês, como é o caso do Casino, onde só fui muito esporadicamente.
Fiz uma pesquisa nos meus álbuns de fotos e quero compartilhar algumas que retratam momentos muito engraçados.
Sempre fui uma "carnavalesca" assumida. Frequentei quase sempre os famosos bailes do Lisbonense. Vinham pessoas de quase todo o País. Fiz grandes amizades que ainda hoje mantenho. Mas acima de tudo sempre fiz os chamados "assaltos" em minha casa, junto à estação da CP. Seguem-se fotos da "malta" presente na altura e como se pode ver uma miscelânea dos alunos do ERO com os da Escola Comercial. Reconhecem-se? Um abraço a todos.
.
Cristina Rolim
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
As fotos devem ser, segundo a Cristina, de 1969. O desafio aqui é legendá-las, identificando os foliões. Se possível, gostaria de obter testemunhos dos participantes, já que estas festas privadas, em casa ou na garagem, foram muito pouco exploradas nos anteriores depoimentos. JJ

Zequinha Pereira da Silva disse:
Tu matas-me JJ...
Estas fotos são o melhor testemunho da "interacção" Escola-Colégio protagonizada pela nossa geração...se dúvidas houvesse...e estes bailes da Cristina o ponto mais alto do calendário convivial
Vamos lá ver se contribuo com algumas identificações....
Foto 1: o gajo com cara de parvo a dançar com a Mena, sou eu....à esquerda, ao fundo, de braço no ar a Teresa Constantino e à esquerda dela a Paula Pina.


Zequinha Pereira da Silva disse:
Foto 2: com o V.Gil ao centro (naquela época os gajos mais giros, os "borrachos", apareciam sempre ao centro das fotos)...à sua direita a Fernanda (?) que hoje, penso, trabalha no Centro de Saúde...o Tóino Elias e "meia" Fraça...em primeiro plano a Paula Pina, o Zé Manel e o João "Azeiteiro"...tive o enorme prazer de o encontrar hà pouco tempo na Avenida...está no Canadá há 30 anos...ao fundo o Tó João Freitas (famoso "Fantasma"...à direita estará "meio" Pedro Nobre.

Luís disse:
Não vejo ao centro da foto 2 o Vítor Gil mas o Hipólito. À esquerda o Adriano Bagaço (à frente do Fantasma) e à direita o Henrique .

A.J.F.Hipólito disse:
Oi
Tens razão, sou eu e não o Victor. No entanto não posso ajudar nas identificações que faltam pois, ou pela falta de vista ou devido à arteriosclerose, além das identificações já definidas, todos são absolutamente desconhecidos para mim.
É triste mas a PDI não perdoa…



Zequinha Pereira da Silva disse:
Notável, notável...o ar "certinho" do Henrique...
Para a Cristina um enorme beijo de gratidão...ela na altura não poderia saber...mas hoje já fica a saber que os seus "bailes" são um marco na nossa saudade e um grande pedaço da nossa felicidade individual e colectiva...e são estes os momentos recordados que, por vezes, nos fazem mais fortes perante a adversidade
Bjinhos

Luís disse:
… e na 4 pode ser a Anabela Garcia entre os cortinados lá atrás…



Victor Gil disse:
Estas fotografias acordaram-me a saudade. São fotos antigas, do tempo em que o Carnaval era mágico e os “assaltos” uma espécie de loucura contida, consentida e caseira. Os “assaltos” da Cristina Rolim, eram verdadeiros ícones e lembro-me bem da alegria com que a turba de foliões era recebida. Era só preciso guardar as pastas de recortes e fotos dos Beatles (era colecção ou paixão?) e o espaço estava pronto para a festa.
Na foto 5, de cima para baixo, eu sou o Mariacchi que canta a plenos pulmões, perante a alegria do Zequinha (o outro Mariacchi), o riso da Cristina, o espanto da Luisa Pinheiro (porque é que estavas em cima da cadeira?) e a distracção do Luís Flores (declamavas?). Tenho também esta fotografia e olho-a intrigado sem saber mais quem é a giraça boy-style-haircut de lenço ao pescoço que canta em dueto comigo: alvíssaras a quem descobrir!
Então, o tempo era eterno e os corações andavam à solta, bem diferentes dos que hoje, fraquinhos e sorumbáticos, ajudo a continuar batendo…
Abraços a todos! Obrigado Cristina!

Zequinha Pereira da Silva disse:
Foto 5: a miúda que elevou os níveis de testosterona do VGil (vai aproveitando...) parece-me a Bé Moita...


------------------------------------------------------------------------------------------------------------
C O M E N T Á R I O S
19-06-2008
F Santos disse:
Creio que a Cristina Rolim enviou a estória mais bem documentada (seis fotografias). Claro que é tudo pessoal mais jovem que eu, agora é pena que não apareça ninguém a identificar os foliões.
Parabéns Cristina, e manda mais fotos para ver se o pessoal acorda! Fernando Santos.
.
miniprofa disse...
Dou os parabéns à Grande Reportagem premiada! É tão perfeita a reconstituição fotográfica que consigo 'ouvir' a banda sonora.Que 'fixe'! até eu reconheci logo, logo o João Jales, o Tó Zé Hipólito e o Luís Flores. Pois e a Cristina Rolim, claro. Parabéns, Cristina!

3 comentários:

Victor Gil disse...

Estas fotografias acordaram-me a saudade. São fotos antigas, do tempo em que o Carnaval era mágico e os “assaltos” uma espécie de loucura contida, consentida e caseira. Os “assaltos” da Cristina Rolim, eram verdadeiros ícones e lembro-me bem da alegria com que a turba de foliões era recebida. Era só preciso guardar as pastas de recortes e fotos dos Beatles (era colecção ou paixão?) e o espaço estava pronto para a festa.
Na foto 5, de cima para baixo, eu sou o Mariacchi que canta a plenos pulmões, perante a alegria do Zequinha (o outro Mariacchi), o riso da Cristina, o espanto da Luisa Pinheiro (porque é que estavas em cima da cadeira?) e a distracção do Luis Flores (declamavas?). Tenho também esta fotografia e olho-a intrigado sem saber mais quem é a giraça boy-style-haircut de lenço ao pescoço que canta em dueto comigo: alvíssaras a quem descobrir!
Então, o tempo era eterno e os corações andavam à solta, bem diferentes dos que hoje, fraquinhos e sorumbáticos, ajudo a continuar batendo…
Abraços a todos! Obrigado Cristina!

miniprofa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
miniprofa disse...

Ups!!! que distracção a minha, Pereira da Silva é que é, não é?