ALMOÇO / CONVÍVIO

ALMOÇO / CONVÍVIO

Os futuros almoços/encontros realizar-se-ão no primeiro Sábado do mês de Outubro . Esta decisão permitirá a todos conhecerem a data com o máximo de antecedência . .
.
.

O BALLET NO ERO - Ana Nascimento e Isabel Caixinha

“O ballet aparece no Colégio quando foi necessário deixar as instalações no antigo Turismo, junto ao parque, onde hoje funciona o Museu do ciclismo. O nosso director, Padre Albino, acordou com a Dª Isabel ceder o ginásio, em troca da colaboração dela em todas as festas do Externato.” ANA NASCIMENTO
.


O que vão ler é uma troca de emails a propósito do Ballet no ERO. Copy » Paste , sem efeitos especiais. As fotos estavam incluídas na primeira mensagem. As diferentes cores identificam os autores das mensagens.

.
Isabel Caixinha
Ana Nascimento
Eu (JJ)


Olá João
Cada vez que vejo um artigo ou fotografia da Ana Nascimento, penso assim: vou-lhe dizer uma coisa, e logo a seguir penso... ah criancices! Mas já agora que aqui estou e antes que o 2º pensamento me assalte aqui vai.
Do principio então:
Antigamente no colégio, ao sábado à tarde havia lições de Ballet. Eram dadas por uma senhora muita querida que vinha de Lisboa, Isabel Affonsêca (com tristeza soube que faleceu este ano em Maio).

Muitas alunas do Ero frequentavam esta classe e lembro-me que houve algumas representações de bailados muito bonitas. Entre elas uma festa de ballet noTivoli em Lisboa.
Contudo o que mais me marcou foi ver a Ana a dançar “A Morte do Cisne"!!! A paixão e intensidade com que ela dançava...Não havia Nureyev ou Margot Fontaine que lhe fizesse sombra! Que orgulho e que sorte ela ser nossa (do colégio)!
Uma vez, e noutra festa, agora do ERO , lembro-me de estar nos bastidores do palco e de ver a Ana dançar "A Morte do Cisne" .As lágrimas escorriam-lhe pelo rosto! Estava doente e tinha muitas dores, ouvi dizer.
Fiquei ali entre os panos do palco a ver como que hipnotizada aquele Bailado divino. Impressionante...um cisne tão triste...e tão corajoso... até que alguém me tirou do caminho e me levou para o refeitório!
E foi assim que a Ana despertou em mim a seriedade de sentir tão profundamente um ballet!
E ficou assim!
Felizmente.
Um beijinho grande á "nossa PRIMA BALLERINA", com saudades.
Isabel Caixinha

PS. Se a Dra. Ermelinda achava que as tuas redacções eram "lamechas e piegas"... ainda bem que ela não foi minha professora!

.

Olá Ana
Esta é para ti . Queres fazer tu um comentário? É para publicar, direitinho, assim mesmo.
Corrige o nome, será "Affonseca" ? ou "Fonseca" ?
JJ


JOÃO
Bem, estou num pranto…mas de alegria não te preocupes… independentemente do comentário, tenho que falar com com a Isabel, depois dás-me o email dela s.f.f.?
Nunca pensei que o meu amor pelo bailado batesse tão forte no coração da Isabel e a despertasse. E é tão bom para mim sabê-lo …
Vais pôr a mensagem tal e qual? Está tudo certo, o nome da D. Isabel é mesmo Affonseca.
Eu daqui a pouco já escrevo a resposta, agora estou imprópria… tenho um turbilhão de emoções e saudades, muitas saudades das aulas de ballet, do ambiente, do convívio, das alegrias, tristezas e da D. Isabel a quem devo um pouco daquilo que sou hoje.
Até já
Ana


Olá Ana
Sim, parece-me o tipo de mensagem para pôr "tal e qual", vale pela informação e pela emoção.
O endereço da Isabel estava lá.
JJ


Tá bem, nem vi (foi por causa da água….) obgd

mais tarde...


Bem João já me recompus, mas não foi fácil….confesso.
Como gostas destas coisas mando-te em anexo o artigo feito pela Natacha Narciso na Gazeta das Caldas… quanto tiveres tempo dá uma olhadinha e vais perceber que a minha paixão pelo ballet é um pouco como a tua pela música….
Bem, mas vamos lá à resposta à Isabel. Escrevi com o coração, se estiver piegas… paciência… eu sou assim, uma mulher de afectos…(e a minha professora foi a Maria Armanda não foi a Ermelinda !!!!)


Olá Isabel

Tem sido muito bom saber notícias vossas…. Há muito tempo que vos tinha perdido e várias vezes estive para pedir o teu email ao João para poder contactar-te.
E agora apareces-me com esta mensagem … fiquei num pranto, mas de alegria. Quantas recordações tu vieste acordar… um turbilhão de emoções e saudades, muitas saudades das aulas de ballet, de todas vós, do convívio, das alegrias, tristezas e da D. Isabel a quem devo um pouco daquilo que sou hoje.
Oh minha querida só mesmo os teus olhos de menina para me veres como a Margot !!! eu ao pé dela não passava de um pato marreco ….mas realmente sentia que era um cisne a despedir-se da vida e com uma enorme vontade de viver… que bom ter conseguido passar esta mensagem para ti.
E como tu te lembras de eu dançar !!!! Estava doente sim…. foi no Tivoli, fiz um esforço enorme… tão grande que no fim ,com a alegria de ter conseguido, nem ouvia as palmas, fiquei completamente surda, não me mexia julgaram que eu tinha desmaiado e foi só quando a D. Isabel me gritou dos bastidores que me levantei para agradecer..
Nunca pensei que o meu amor pelo ballet tivesse batido tão forte em ti … e o orgulho que tinhas em mim por eu ser vossa !!!!!! Aquilo a que tu chamas de “criancice” … são as emoções e os afectos que permanecem na nossa vida e nos ajudam a vivê-la com uma enorme alegria.
Obrigada Isabel pelo bem que me fizeste hoje e sempre, um beijinho muito grande da
Ana (ou do Cisne…… para quem como tu andou comigo no ballet…)
.

.
Olá Isabel
A tua mensagem foi enviada à Ana Nascimento que, suponho, te vai escrever.
As fotos, com um texto talvez da Ana, aparecerão brevemente no Blog.
Bjs
JJ


Ola João
Obrigado pelo teu mail.
Estou muito contente que passaste o mail à Ana...contactar ex-ero's desta forma vai muito para além das minhas expectativas!
Fico aguardando noticias dela e fielmente a visitar o teu cada vez mais interessante blog, que a este ponto já é "viciante"!
Obrigado pelas doces recordações que tens soltado.
Bjs
Isabel Caixinha
----------------------------------------------------------------------------------------------------------

comentários:
17 Janeiro, 2008-01-17
Luísa Nascimento disse:

Já lá fui ver o artigo. Que saudades e que belíssimas recordações, não só do que dançamos mas também da camaradagem, amizades e principalmente dessa senhora maravilhosa , Isabel Affonseca , que a todas marcou ao transmitir-nos o profissionalismo, o rigor da execução e uma vivência sadia e pautada pela boa disposição e humor. Eu entrei para o Ballet com três anos e meio e era conhecida por Menino Jesus (era assim que a Dona Isabel, ternamente, me chamava) por causa dos meus caracóis.Aos 21 anos terminou a minha carreira artística pois o tempo livre era mais para namorar. Nunca cheguei aos calcanhares da minha irmã Ana, ou seja às pontas. Ela sim, tinha talento e até chegou a ser sondada, aos 16 anos, para ir estudar para Londres.
Enfim, saudades!!!
Não me vou pôr aqui com mais recordações porque tu não tens muito a ver com isto, este não é o teu peditório..... Será que a tua irmã tambem andou no Ballet? Já não me recordo.
Bjs.
Luisa
.
17 de Janeiro, 2008
JJ disse:
É mesmo verdade, não sabendo bem como abordar este assunto, decidi pura e simplesmente publicar os emails trocados a propósito das fotografias.
Atendendo à genuína emoção que emana dos textos das duas dançarinas coibi-me até de fazer um daqueles meus comentários parvos, dizendo que nas estórias da Ana morre sempre um pássaro: da outra vez foi um pombo, desta foi um cisne. Portei-me bem ou não? JJ
.
17 Janeiro, 2007
Ana Nascimento disse:
Não deves ter reparado mas numa das fotos, além da São Caixinha, há mais caras conhecidas: a Belica Mesquita (irmã da Aida), a Anico Baptista e penso que a Mena da Traviata, será que elas se reconhecem ?
.
17 Janeiro, 2007
Isabel disse:
Também me parece que está a Guida Rego...será??
.
18 Janeiro,2008
São Caixinha disse:
Ainda sobre o ballet queria apenas dizer que é também com muita saudade que revejo (interessante fotografia) a Ana como bailarina. Sim, era assim mesmo. E também eu fico comovida. No decorrer de todos estes anos tive oportunidade de assistir a várias interpretações do "Swan Lake", entre elas uma de uma companhia russa e acredita que não houve Odete nenhuma (este é o nome do cisne [pássaro?!!! João...] que na realidade é uma princesa enfeitiçada!) que como muito bem diz a Isabel, como a Ana, conseguisse transmitir a emoção do agonizante momento. Um grande beijinho para ela, que com o seu talento soube para sempre, despertar em nós o gosto pela dança.
Bjs São Caixinha
.
Fernanda Ribeirinho disse...
Querida Ana, também eu - Fernanda Ribeirinho - te vi dançar a morte do cisne, com lágrimas nos olhos, nos bastidores do Tivoli!!! Eu era aluna da D. Isabel Affonseca de Lisboa e nesse ano fiz de "Veneno" e de "A menina que queria ser bailarina" (papel principal). Que saudades! E só hoje soube que a nossa querida Professora morreu em Abril de 2007. Um grande beijinho para ti! Fernandinha
.
Ana Nascimento disse:
Minha querida Fernandinha
Este blog tem um sido um encontro não só de colegas do ERO como de amigos e eis que através dele me apareces tu…Como é bom ter notícias notícias tuas … sei muito bem quem tu és…. a Ribeirinho, como a nossa D.Isabel carinhosamente te chamava.
Recordo com muita saudade os tempos que passamos entre aulas e ensaios para aquelas apresentações no Tivoli que eram sempre uma emoção….. que mimo tu me deste ao fim destes anos …obrigada minha querida.Deixa o teu contacto para podermos falar.
Um beijinho muito grande da Ana ( ou do cisne …. agora mais pato marreco eheheheheh)
.
NOTA: Colegas e amigos que queiram entrar em contacto podem fazê-lo através de ex.alunos.ero@gmail.com

2 comentários:

Anónimo disse...

Querida Ana, também eu - Fernanda Ribeirinho - te vi dançar a morte do cisne, com lágrimas nos olhos, nos bastidores do Tivoli!!! Eu era aluna da D. Isabel Affonseca de Lisboa e nesse ano fiz de "Veneno" e de "A menina que queria ser bailarina" (papel principal). Que saudades! E só hoje soube que a nossa querida Professora morreu em Abril de 2007. Um grande beijinho para ti! Fernandinha

Monte da Mimosa disse...

Olá
Fico muito feliz por saber deste blog do Ballet das Caldas em que participei desde os meus 5/6 anos e deixei em Lisboa com 15 anos. Acompanhava a D. Laura de Carvalho uma seguidora, no melhor sentido, da D. Isabel Affonseca e D. Cecilia. Foi em 1971 e em 1972 e também frequentei o Colégio Ramalho Ortigão por 2 anos (a 1ª e a 2ª classe) pois vim para Lisboa.Fiz muitos espetáculos no Tivoli e recordo-me deles com muita emoção. Sou M.ª Fátima Mourão - fatimamou@gmail.com