ALMOÇO / CONVÍVIO

ALMOÇO / CONVÍVIO

Os futuros almoços/encontros realizar-se-ão no primeiro Sábado do mês de Outubro . Esta decisão permitirá a todos conhecerem a data com o máximo de antecedência . .
.
.

PERSONALIDADES (1)

.

Esta é uma série que se propôe recordar professores do ERO e personalidades caldenses da época do seu funcionamento. Tem-se falado muito dos primeiros e pouco dos segundos.

Usando as excelentes caricaturas do Dr. Leonel Cardoso vamos recordar algumas dessas figuras que todos conhecem. O espaço dos comentários está à vossa disposição.
.
.
Cliquem na imagem para
a ver na sua dimensão original.
Tem medalhas aos montões,
Que já chegam aos calções,
Que o cobrem de lés-a-lés…
E se continua assim,
Inda um dia, quanto a mim,
Lhe chegam até aos pés!

Quanto a taças nem se fala!...
Tem-nas, aos montes, na sala,
No escritório e até no sótão!...
Tem-nas, até, na dispensa,
Porém nessas ninguém pensa,
Talvez porque não se notam!

O Governo, tendo em vista
A vida do desportista.
Resolveu-se a consagrá-la!
Deu-lhe mais uma medalha!
Porém, como o espaço falha…
Onde é que hão-de pendurá-la?
.
LEONEL CARDOSO
.
.
..................................................................................
COMENTÁRIOS
.
o das caldas disse...
Olá João
Foi uma ideia notável a que tiveste de abrir esta série com duas figuras emblemáticas que marcaram a nossa juventude.O caricaturado Dr. Calheiros Viegas - quer como professor na Escola Comercial, quer como desportista, quer como dirigente desportivo e ainda como advogado; e o caricaturista Dr Leonel Souto Mayor que para além de ter sido um cidadão de referência na sociedade caldense deixou uma vasta obra literária de que estou convencido que a maioria dos caldenses desconhece tendo mesmo o seu último livro "Farrapos D'Alma" sido editado pelo Sporting das Caldas. Higino Rebelo
.
Zé Carlos Faria disse:
A figura do Dr. Calheiros Viegas é imediatamente reconhecível... É uma pena que a notável série de caricaturas que Leonel Sotto Mayor publicou na «Gazeta das Caldas» não possa ser finalmente editada em livro. A memória e a história da cidade também passa por aí.
.
Miguel Bento Monteiro disse:
Excelente recordação do saudoso Dr F Calheiros Viegas,homem generoso e grande desportista.
A alusão à sua sala de troféus apenas dá a entender que havia muitos prémios.Tratava-se efectivamente de uma verdadeira galeria,que ocupava uma cave,com taças,medalhas,diplomas e todo o tipo de troféus que se possa imaginar.Tudo isto meticulosamente arrumado,catalogado (eram centenas e centenas) e devidamente identificado.
Tratou-se de um desportista de elite e multifacetado, pois foi eclético em termos de modalidades; na parte que me diz respeito destaco obviamente o ténis.Com ele aprendi essencialmente os fundamentos da competição e desenvolvi o espírito competitivo.
Brevemente vou enviar para o blog um artigo sobre o ténis nas Caldas nos anos sessenta e aí recordarei alguns duelos tenísticos que tive com ele.Recordo-me igualmente de grandes partidas de ténis de mesa, em que ele jogava pares com o meu pai, e em que tinham um score de n_vitórias-0_derrotas contra outros pares constituídos por jogadores muito mais novos.
Recordo por fim a noite em que foi agraciado com a medalha de mérito desportivo e que passou completamente ao lado dos caldenses.A cerimónia decorreu no ginásio da Escola; a sala estava praticamente deserta, o que foi incompreensível e muito desagradável, pois tratava-se de um prémio oficial a um caldense de gema.
Miguel B M
.
J L Reboleira Alexandre disse:
Creio que todos os EX ERO ou EX Escola se lembram do Dr. Calheiros Viegas, e é mais que justa esta pequena homenagem do JJ.Nunca o tive como professor, mas notava que as aulas dele eram bem mais ligeiras (até nas exigências do traje) que as do Silva Bastos.Na altura invejava um pouco os meus colegas que se divertiam imenso com o Volei e o Andebol, e eu que sempre tive mais jeito para os jogos de bola jogados com os pés, que este detestava, lá tinha que me esforçar para não «chumbar» na Educação Fisica, mas nunca fui muito longe nos seus desportos favoritos. Quanto ao ténis, era espectador e o ping-pong só um pouco mais tarde.Daqui deixo uma singela homenagem ao pai do meu amigo João. Estive com ele a última vez, creio, no Hotel do Facho, na Foz, há cerca de 22 anos. Falàmos imenso daqueles tempos, dos nossos jovens rebentos (na altura)e da vida por estas paragens frias da América do Norte.
.
Rolando... sempre disse:
É a primeira vez (há sempre uma) que entro, oficialmente, por esta porta franca e escancarada às recordações .. sou "freguês" diário!
Um pequeno contributo para "corrigir" os comentários do Higino e do Zé Carlos: o caricaturista e poeta é Leonel Cardoso, como bem refere o João Jales no "post"; Leonel Sotto Mayor, como todos sabem, foi Director da Escola Comercial e o seu jeito para o "risco" e para os versos, que eu saiba, nunca teve repercussão pública.Quanto ao Dr. Calheiros Viegas, quem não o recorda, nas suas múltiplas facetas ... cá por mim, ainda passaram alguns pastéis de nata, como recompensa de contributos(fracos) desportivos. Orlando Sousa Santos
.
o das caldas disse:
Claro que é o Dr. Leonel Cardoso! Francamente nem sei de onde me surgiu o apelido Souto Mayor. E assim me penitencio pelo lapso cometido. Higino Rebelo
.
José Carlos Faria disse:
Ups! Peço desculpa pelo erro.
Já agora, o que não era seria erro nenhum era a possibilidade de editar o livro. Parece que os originais se terão perdido. Mas a partir dos arquivos existentes, tratando as imagens com tecnologia digital para remover manchas espúrias, não seria viável? A Gazeta não estará interessada? E mesmo sendo manifestamente crispada a relação que a maioria da Vereação da Câmara Municipal mantém com o jornal, o Pelouro da Cultura não poderia ter também uma palavra a dizer? A qualidade da colecção de desenhos e versos justifica bem uma outra atitude que o desinteresse e o esquecimento.
.
Quim Caldas disse:
Grande figura e muito bom homem o Dr. Calheiros Viegas. Desde desportista (de tudo!) a professor, passando por organizador de todo o tipo de eventos, concursos e provas (ténis,casino,escola), benemérito colaborador de todas as associações das Caldas, sempre me admirei como tinha tempo para ser advogado!!!
Um abraço ao João,amigo de muitas coboiadas nesses saudosos anos.
.
João Ramos Franco disse:
Batem leve, levemente, como quem chama por mim. Será chuva? Será gente? Não, é Dr. Calheiros Viegas…
Quantas histórias me recorda este nome, a sua companhia e o empenho que partilhava com a Juventude nos seus anseios. Há uma que tenho para recordar (devia ter 16 anos), passada com o Dr. Calheiros Viegas, nas minhas memórias, o acampamento em S. Pedro de Muel com os Eclaireurs de France, eu mais três colegas do ERO, participámos no acampamento, para lá fomos com o Dr., mas o regresso a Caldas é que por nossa culpa não foi com ele… A família preocupada, enfim uma série de peripécias, mas regressámos a pé e à boleia dois dias depois. Estes dois dias têm que contar… João Ramos Franco
.
Isabel X disse:
Espero que o João Ramos Franco conte as peripécias desses dois dias no seu blog! É um desafio...Quanto ao Dr. Calheiros Viegas, de quem me lembro muito bem, retenho a imagem de gentleman e, principalmente, o modo magnífico como dançava com a D. Emília Calheiros Viegas nos bailes do casino.
- Isabel Xavier -
.
NOTA: O João Ramos Franco respondeu a este desafio da Isabel X e publicou, no seu blogue, o relato desse acampamento de Escuteiros e do regresso às Caldas. Está em:

7 comentários:

o das caldas disse...

Olá João
Foi uma ideia notável a que tiveste de abrir esta série com duas fuguras emblemáticas que marcaram a nossa juventude.
O caricaturado Dr. Calheiros Viegas - quer como professor na Escola Comercial, quer como desportista, quer como dirigente desportivo e ainda como advogado; e o caricaturista Dr Leonel Souto Mayor que para além de ter sido um cidadão de referência na sociedade caldense deixou uma vasta obra literária de que estou convencido que a maioria dos caldenses desconhece tendo mesmo o seu último livro "Farrapos D'Alma" sido editado pelo Sporting das Caldas.
Higino Rebelo

Rolando... sempre disse...

É a primeira vez (há sempre uma) que entro, oficialmente, por esta porta franca e escancarada às recordações .. sou "freguês" diário!
Um pequeno contributo para "corrigir" os comentários do Higino e do Zé Carlos: o caricaturista e poeta é Leonel Cardoso, como bem refere o João Jales no "post"; Leonel Sotto Mayor, como todos sabem, foi Director da Escola Comercial e o seu jeito para o "risco" e para os versos, que eu saiba, nunca teve repercussão pública.
Quanto ao Dr. Calheiros Viegas, quem não o recorda, nas suas múltiplas facetas ... cá por mim, ainda passaram alguns pastéis de nata, como recompensa de contributos(fracos) desportivos.
Orlando Sousa Santos

J L Reboleira Alexandre disse...

Creio que todos os EX ERO ou EX Escola se lembram do Dr. Calheiros Viegas, e é mais que justa esta pequena homenagem do JJ.

Nunca o tive como professor, mas notava que as aulas dele eram bem mais ligeiras (até nas exigências do traje) que as do Silva Bastos.

Na altura invejava um pouco os meus colegas que se divertiam imenso com o Volei e o Andebol, e eu que sempre tive mais jeito para os jogos de bola jogados com os pés, que este detestava, lá tinha que me esforçar para não «chumbar» na Educação Fisica, mas nunca fui muito longe nos seus desportos favoritos.

Quanto ao ténis, era espectador e o ping-pong só um pouco mais tarde.

Daqui deixo uma singela homenagem ao pai do meu amigo João. Estive com ele a última vez, creio, no Hotel do Facho, na Foz, há cerca de 22 anos. Falàmos imenso daqueles tempos, dos nossos jovens rebentos (na altura)e da vida por estas paragens frias da América do Norte.

o das caldas disse...

Claro que é o Dr. Leonel Cardoso! Francamente nem sei de onde me surgiu o apelido Souto Mayor. E assim me penitencio pelo lapso cometido.
Higino Rebelo

Quim Caldas disse...

Grande figura e muito bom homem o Dr. Calheiros Viegas. Desde desportista (de tudo!) a professor, passando por organizador de todo o tipo de eventos, concursos e provas (ténis,casino,escola), benemérito colaborador de todas as associações das Caldas, sempre me admirei como tinha tempo para ser advogado!!!
Um abraço ao João,amigo de muitas coboiadas nesses saudosos anos.

João Ramos Franco disse...

Batem leve, levemente,
como quem chama por mim.
Será chuva? Será gente?
Não, é Dr. Calheiros Viegas…
Quantas histórias me recorda este nome, a sua companhia e o empenho que partilhava com a Juventude nos seus anseios. Há uma que tenho para recordar (devia ter 16 anos), passada com o Dr. Calheiros Viegas, nas minhas memórias, o acampamento em S. Pedro de Muel com os Eclaireurs de France, eu mais três colegas do ERO, participámos no acampamento, para lá fomos com o Dr., mas o regresso a Caldas é que por nossa culpa não foi com ele…, a família preocupada, enfim uma série de peripécias, mas regressámos a pé e à boleia dois dias depois.
Estes dois dias têm que contar…
João Ramos Franco

Isabel X disse...

Espero que o João Ramos Franco conte as peripécias desses dois dias no seu blog! É um desafio...
Quanto ao Dr. Calheiros Viegas, de quem me lembro muito bem, retenho a imagem de gentleman e, principalmente, o modo magnífico como dançava com a D. Emília Calheiros Viegas nos bailes do casino.
- Isabel Xavier -