ALMOÇO / CONVÍVIO

ALMOÇO / CONVÍVIO

Os futuros almoços/encontros realizar-se-ão no primeiro Sábado do mês de Outubro . Esta decisão permitirá a todos conhecerem a data com o máximo de antecedência . .
.
.

PERSONALIDADES - DR. MÁRIO DE CASTRO

.
.
Como todos adivinharam o caricaturado em 1958 era efectivamente o Dr. Mário de Azevedo e Castro. Mas há uma curiosidade: dez anos depois o Dr. Leonel Cardoso desenhou e publicou, desta vez na Gazeta, uma nova caricatura do mesmo médico.
.
Fazem hoje, dia 25 de Janeiro de 2009, precisamente 40 anos.
.
.

Sabedor e competente,
estimado por toda a gente,
ganhou um prestígio tal
que, sem o menor favor,
é agora o director
do nosso Hospital Termal.

Às Caldas se dedicou
E aqui se radicou!...
E agora, creio eu,
P’las Caldas tem tal interesse
Que, por vezes, lhe parece…
Que aqui nas Caldas nasceu.

É certo que aqui nasceram
Os filhos que aqui cresceram
E, em miúdos, brincaram!...
Agora, já homens feitos,
No Ultramar, p’los seus feitos
Esta nossa terra honraram!

LEONEL CARDOSO

.

.....................................................................................

C O M E N T Á R I O S

Amélia Teotónio disse:
Tenho do Dr. Mário de Castro as melhores recordações, como médico e como pessoa. Para além do tratamento de gripes e outras maleitas no seu consultório, ali para os lados da Zaira, quero ainda salientar a sua disponibilidade e o seu humanismo quando do acompanhamento de tempos difíceis, a nível de saúde, de um idoso avô.
Foram algumas as vezes que o Dr. Mário de Castro se deslocou à Usseira, quando a última paragem do comboio chamado vida já se fazia anunciar. Recordo ainda, passados que foram cerca de quatro décadas, as suas caridosas palavras bem como sua expressão de desalento e tristeza, quando constatado que a medicina nada mais poderia fazer. É com saudade e ternura que recordo a sua figura distinta. Obrigado Dr. Mário de Castro por todo o seu profissionalismo, desvelo e amizade.
Para trás havia ficado o meu tempo de juventude, em que sua filha Papi nos dera aulas de Inglês no ERO. Sempre jovial, simpática e muito dinâmica, deixou em mim algumas marcas. Anos mais tarde, já casada, e nós a frequentar o ensino superior igualmente em Lisboa, seríamos convidadas (prima Bia e eu), para com ela tomarmos um simpático chá, em sua casa. Embora fosse muito jovem à data, conseguiu impor-se como pessoa e como professora e ser, ainda hoje, recordada com muito carinho.
Amélia Teotónio

João Ramos Franco disse:
As recordações são muitas, era meu Médico, sou amigo dos filhos, frequentava a sua casa e era tratado como família. O Dr. Mário de Castro e meu Pai (estudou três anos medicina humana antes ir para veterinária), tinham sido colegas durante esse tempo de Coimbra.
Muitas vezes no café Lusitano em amena cavaqueira entre os dois, eu os ouvi. O que poderia retirar do que ouvi e contar-vos é longo, mas é assunto para eu pensar
João Ramos Franco

João Jales disse:
“só graças a ele…muitos de nós estamos vivos!” (versos de Leonel Cardoso)
Eu sou um deles, literalmente. Foi no Volkswagen, também aqui “caricaturado”, que o Dr. Mário de Castro, em 1967, me transportou para o Montepio onde escapei, por uma unha negra, à sufocação provocada por um edema da glote. Graças à sua perspicácia, sangue frio e determinação, ainda aqui me têm a relembrar, com saudade e carinho, o médico e amigo da minha família.
Recordo também a D. Rita, companheira sempre paciente e jovial de uma vida sem horários e com interrupções constantes do sono e refeições, como era a de todos os médicos da altura (eu também vivi isso, embora talvez em menor escala).
A sua filha Papi foi professora no ERO e fazia parte de um animado grupo de amigos dos meus pais, como recordámos numa conversa há dias. Lembro ainda com muito carinho, embora a tenha “perdido de vista”, a sua neta Ritinha, mais nova que eu, mas com quem convivi muito na Foz do Arelho nesta época.
Obrigado Dr. Mário de Azevedo e Castro. JJ

Ana Carvalho disse:
Grande médico e graças a Deus que te salvou. O que seria de nós sem ti? Nem quero pensar... Bjs PP

jorge disse...
eu também consultei o Dr Mário, de quem tenho a melhor das recordações e revejo com saudade as caricaturas do Dr Leonel de que me lembro bem de sairem na Gazeta.de vez em quando o humor e a ironia são substituídos pela emoção e sentimentos à flor da pele...o comentário anterior é do mesmo JJ dos comentários cáusticos,das brincadeiras ligeiras e dos namoricos no ERO?meia dúzia de linhas comoventes e penso que comovidas.um abraço-Jorge

M.Fátima Gama Vieira disse...
Relativamente ao Dr. Mário de Castro e no que concerne às suas características humanas e profissionais depois do que li não encontro palavras. Nosso Médico de Família extremamente dedicado, a qualquer hora fosse qual fosse a aflição estava presente. Lembrar-se-ão a minha irmã e a querida amiga Anabela Miguel de uma dor de dentes horrível e que pelas 24h me pôs em parafuso, depois à minha irmã e a seguir à Anabela e seus.
Dr. Mário de Castro um grande Bem-Haja pela dedicação e carinho e pela madrugada descansada para mim e consequentemente de todos.
Maria de Fátima Gama Vieira
.

3 comentários:

jorge disse...

eu também consultei o dr mário, de quem tenho a melhor das recordações e revejo com saudade as caricaturas do dr leonel de que me lembro bem de sairem na gazeta.
de vez em quando o humor e a ironia são substituídos pela emoção e sentimentos à flor da pele...o comentário anterior é do mesmo jj dos comentários cáusticos,das brincadeiras ligeiras e dos namoricos no ero?meia dúzia de linhas comoventes e penso que comovidas.um abraço-jorge

M.Fátima Gama Vieira disse...

Relativamente ao Dr.Mário de Castro e no que concerne às suas características humanas e profissionais depois do que li não encontro palavras. Nosso Médico de Família extremamente dedicado, a qualquer hora fosse qual fosse a aflicção estava presente.Lembrar-se-ão a minha irmã e a querida amiga Anabela Miguel de uma dôr de dentes horrível e que pelas 24h me pôs em parafuso, depois à minha irmã e a seguir à Anabela e seus.
Dr.Mário de Castro um grande Bem-Haja pela dedicação e carinho e pela madrugada descansada para mim e consequentemenye de todos.

Maria de Fátima Gama Vieira

M.Fátima Gama Vieira disse...

Relativamente ao Dr.Mário de Castro e no que concerne às suas características humanas e profissionais depois do que li não encontro palavras. Nosso Médico de Família extremamente dedicado, a qualquer hora fosse qual fosse a aflicção estava presente.Lembrar-se-ão a minha irmã e a querida amiga Anabela Miguel de uma dôr de dentes horrível e que pelas 24h me pôs em parafuso, depois à minha irmã e a seguir à Anabela e seus.
Dr.Mário de Castro um grande Bem-Haja pela dedicação e carinho e pela madrugada descansada para mim e consequentemente de todos.

Maria de Fátima Gama Vieira